terça-feira, 28 de dezembro de 2010

do lado escuro da lua


tudo que você toca, tudo que você vê
tudo que você prova, tudo que você sente
tudo que você ama, tudo que você odeia
tudo que você desconfia, tudo que você salva
tudo que você dá, tudo que você negocia
tudo que você compra, mendiga, empresta ou rouba
tudo que você cria, tudo que você destrói
tudo que você faz, tudo que você diz
tudo que você come, todos que você conhece
tudo que você vê passar rápido
todos que você briga
tudo que é agora
tudo que já passou
tudo que virá...
e tudo está alinhado debaixo do sol
mas o sol está coberto pela lua.

Eclipse, Pink Floyd, Dark Side of the Moon.

Nesta virada pra 2011, a trilha é por Pink Floyd. Eles foram um divisor de águas pra mim... apuradores de sensibilidade, ajudaram a decidir o que eu queria aprender e como usufruir do aprendizado. Do ponto de vista de quem observa da terra, o lado escuro é o lado não visível da lua. Não por acaso, cada um vê o que consegue ou se dispõe a ver. Minha sombra projetada por esta luz é uma boa prova da minha existência e deixa isso cada vez mais claro!



Nenhum comentário: