sexta-feira, 29 de abril de 2011

em ilha de ilha

Força, tino e graça - imprescindíveis.

Villa-Lobos - Bachianas Brasileiras n5 - Egberto Gismonti.

Sonhar, eis tudo - ser feliz com nada. A generosidade destas águas é um convite para pés descalços caminhar em franjas bordadas do mar. Villa-Lobos em dia - são acordes, ressonâncias, um bom tempo de dedos comendo areia, alguma cumplicidade, senso coletivo e a garantia de que fazer escolhas e aprender a se aproximar do que gosta é o maior de todos os bens. Eis o Campeche [Camps de Peches] a passos de casa, um quintal de campos de pesca pra felicidade do meu samburá - sim, aqui avento, ventania.
Praia do Campeche, onde o piloto-escritor Saint-Exupéry pousava em viagens do correio aéreo, entre 1926 e 1931. Naquela época os aviões tinham pouca autonomia de voo e as dunas gramadas do Campeche eram pouso obrigatório das linhas que transportavam correio aéreo entre a Europa e Buenos Aires. E é dele a frase que me orienta: "Je croix au actes et non aux grands mots".

[clica na foto e amplia]

Nenhum comentário: