sábado, 28 de julho de 2012

alargando as asas

sim, sim, salabim! ...se eis minutos, em tempo verão,
sensível Sancy Stradivarius, e porque há toques que partem de voz, Ivry Gitlis.





Um comentário:

Rejane Martins disse...

...muita gente já interpretou Summertime, do Gershwin, composta em 1935 para ópera Porgy and Bess. Pra mim, ninguém cantou como a Janis. Gitlis, aqui, aos 84 anos, exímio violinista, no inusitado de vê-lo cantar - como um pássaro que escolhe uma qualidade de voo e jamais deixa de voar - é que não é qualquer voo, não é qualquer escrita.
Também gosto muito desta versão com Larry Adler e Itzhak Perlman
http://youtu.be/bI6wZNBLOY0