terça-feira, 27 de maio de 2014

é uma vez

o volume de vida   

em uma regência,
em um bandolim,
em umas vozes,
em um silêncio,
em um violino,
em um violão,
em uma viola, 
em um piano,
                                              nenhum qualquer
 o monograma de bach, chaconne
a identidade  por metro cúbico 
uma quinta, 
um nomograma, 
ossos de ofício, 
límpidos e transparentes, eis. 




3 comentários:

Anônimo disse...

Quantas pérolas caberão na concha de um coração?

Rejane Martins disse...

...e de um ábaco? quantas pérolas surgirão?

Rejane Martins disse...

...permito-me outras escolhas, uns estragos, refaço o tempo que eu quiser.