quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

urbi et orbi








                                                            
                                                             in 
                                                             senso 
                                                             não temos papa 
                                                             habemus alis volat propriis





terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

vinte e seis de fevereiro


desenho flor e céu claro: sensível e sonoro     
...e nos portões de Tannhäuser, pássaros a estear o sagrado e o profano          
num voo paráfrase sobre lumes ósseos

à Victor Hugo, no legado d' Os Miseráveis 




domingo, 17 de fevereiro de 2013

l'atitude de voo

  cevo o mate, escuto meu canto, 
meus relógios abonam meus caminhos: 
degusto o tempo que não se prova pelo calendário





heifetz, bourrée-double
bach, partita n1, em si menor

sábado, 2 de fevereiro de 2013

altibordo

então ela não se esparrama pelo chão?
a batatinha...
ó céus!
a batatinha quando nasce
espalha a rama pelo chão!
isso muda tudo!
...

batatinha quando nasce,    
segura o coração,    
menininha quando sonha    
se esparrama pelo chão    
e firme levanta,    
sacode, espana a mão!    
  refiz, por que não? 
   ele borda espaço de antemão.